segunda-feira, 8 de maio de 2017

Dia Nacional da Cachaça - 13 de Setembro


     Marvada, aguardente, caninha, pinga, branquinha... esse são alguns nomes dados à única bebida 100% brasileira: a Cachaça! Só no dicionário Houaiss existem 422 sinônimos/apelidos para a bebida genuinamente nacional. Fato é que também existem vários relatos de sua primeira aparição e nenhuma comprovação contundente, mas data-se do início da colonização portuguesa no Brasil em 1530 aproximadamente, nos engenhos de cana-de-açúcar, principal atividade da época.

    Sua riqueza histórica, cultural e econômica de 500 anos de produção só foi de fato reconhecida no século XXI, com o enobrecimento de suas práticas, melhora da qualidade, produção chegando na mesa de pessoas importantes e formadoras de opinião.

    Um dos fatos mais importantes para a determinação do dia 13 de setembro como Dia Nacional da Cachaça, foi durante o século XVII. Alguns fazendeiros e produtores do destilado se uniram para brigar contra a proibição de comercialização e produção da bebida imposta pela coroa portuguesa, resultando na Revolta da Cachaça. O objetivo da coroa portuguesa era substituir a Cachaça pela bagaceira, uma bebida típica europeia. Mas finalmente, no dia 13 de setembro de 1661, a fabricação e a venda da cachaça foram liberadas.

    Em 2009, na ExpoCachaça (realizada em Belo Horizonte/MG), o maior evento de exposição, comercialização e festividade da Cachaça, o Instituto Brasileiro de Cachaça (Ibrac), orgão com a finalidade de zelar pelos interesses do setor na sociedade e a nível governamental, resolveu celebrar todo dia 13 de Setembro o Dia Nacional da Cachaça!
    

Nossa missão neste blog é espalhar a Cultura Cachaceira por todo o Brasil e pelo mundo, contando suas histórias e democratizando seu consumo!



Nenhum comentário:

Postar um comentário